“Slow living” – o conceito da vida desacelerada

95

Em um mundo que emite estímulos e requer respostas imediatas o tempo todo, ousar desacelerar gerou um novo conceito: o slow living. Conheça mais sobre a prática e algumas dicas de como desacelerar. 

Você já ouviu falar em slow living? Na tradução, “vida lenta ou vivendo lento” traz uma ideia de desacelerar e repensar a forma que reagimos aos estímulos diários que recebemos. O conceito desassocia a noção de sucesso, com rapidez, produtividade e imediatismo – ele incentiva a busca por uma vida mais leve, onde se encontra nas tarefas mais triviais do dia-a-dia o significado e o proveito para viver com bem-estar. 

Xícara de vidro | talchá

Não é novidade para ninguém que o ritmo acelerado em que vivemos tem gerado problemas como ansiedade, estresse, e, em casos mais graves, a Síndrome de Burnout – distúrbio causado pela exaustão extrema, sempre relacionada ao trabalho de um indivíduo. O slow living chega como uma nova forma de encarar a rotina: o foco se volta para a saúde, não só do corpo, como da mente e do espírito, e como a corrida desenfreada pelo sucesso convencional deixa de lado a nossa integridade física e a nossa essência como seres humanos. 

Sabemos que não é fácil desapegar completamente dessa cultura veloz e desse padrão de urgência em que estamos acostumados. Por isso, hoje a talchá trouxe nesse post uma série de alternativas e práticas que podem nos ajudar a desacelerar e auxiliar na manutenção da nossa saúde física e mental. Confira: 

  1. Reorganize o seu tempo

Saber delegar o que não precisa ser feito por você é priorizar o seu tempo com você mesmo. Liberar a agenda para momentos de cuidado, prazer, calma e reflexão pode motivar uma mudança interna tão significativa e profunda que trará uma nova perspectiva de estilo de vida. 

Banco de imagens: Google
  1. Faça uma coisa de cada vez

O multitasking se tornou tão parte da nossa vida, que nem percebemos a sobrecarga que colocamos na nossa mente ao tentarmos resolver tudo de uma única vez. Saber direcionar o nosso foco auxilia na nossa produtividade, além de deixarmos de lado esse ritmo frenético e pouco eficiente. 

  1. Quanto tempo você fica online?

Nossos aparelhos celulares se tornaram extensões da nossa vida no trabalho. Essa indistinção entre uma ferramenta de trabalho e um objeto de lazer faz com que nós estejamos sempre à disposição de novas demandas. E quando não estamos, ficamos vidrados nas redes sociais. Desconectar é uma maneira de esvaziarmos a mente e darmos espaços para outras atividades que preencham nossa alma. 

Matchá no Copo de Vidro Duplo | talchá
  1. Pause! Recupere. 

Cansou os olhos? A mente? Há muito tempo sentado? Pause. Recupere. Se alongue. Além de prejudicar a nossa produtividade, esses longos períodos de trabalho ou estudo sem pausas são ineficientes e inimigos da nossa saúde mental e física, já que possibilitam contraturas, tensões e dores musculares. 

  1. O que você prioriza?

Quando foi a última vez que tomou água? E fez uma caminhada? E quantas vezes percebeu que dá a desculpa que está com muito trabalho para não cuidar da saúde? Um corpo hidratado, um corpo que se exercita, se alonga e se movimenta, é um corpo saudável. Quando encontramos na nossa rotina os momentos para desacelerar o mental, e recuperar o físico, nos tornamos mais felizes, dispostos e menos ansiosos. 

Linha To Go | talchá
  1. Momento do chá

O momento do chá é a oportunidade perfeita para colocar o celular no silencioso e focar em uma única atividade, com calma e cuidado, sem pressa. Degustar o chá tem um poder revigorante, energizante e de completa conexão com nós mesmos. 

Chá Infusão Banana Tropical na Caneca Tang | talchá
  • Dicas talchá

Aproveite o momento do chá para saborear os chás que desabrocham: além de serem deliciosos, eles criam uma experiência visual linda no momento do preparo. 

Sugerimos que você experimente:

  1. Chá Verde Talchá Pérolas de Jasmim
  2. Chá Oolong Talchá Milk Dung Ti Premium
  3. Flowering Teas

Lembre-se!

O Slow Living busca o auto-conhecimento, e com a consciência do tempo que dedicamos aos setores da nossa vida, ele nos dá o entendimento de como podemos priorizar mais nossas experiências, nosso tempo e nossa saúde. A procura pelo equilíbrio guia o conceito, que acredita que os desafios também podem ser vistos com mais leveza e calma. Essas mudanças, no longo prazo, trazem qualidade de vida, bem-estar e um estilo de vida mais calmo e sustentável.

Ao contrário do que a maioria das pessoas imaginam, o conceito está muito mais relacionado com o humano, do que com o trabalho. O slow living é um convite a sairmos da corrida automática pelo próximo projeto, próxima tarefa, e focarmos mais no que sentimos de forma natural. A conexão e a introspecção trazem a reflexão sobre o que é verdadeiro em suas escolhas. Quando aderimos ao slow living, passamos a ignorar as pressões por decisões rápidas e seguimos mais a nossa intuição, cuidamos mais da nossa mente, do nosso corpo e da nossa caminhada. 

Conheça os chás, infusões e blends da talchá que irão fazer parte da sua nova rotina de auto-cuidado e degustação:

Deixe uma resposta

Close
Talchá © Copyright 2020. Todos os direitos reservados
Close
%d blogueiros gostam disto: